Aparelhos doados a hospital de Cuiabá para tratamento de COVID-19 vão ficar como legado.

Compatilhe

Aparelhos doados a hospital de Cuiabá para tratamento de COVID-19 vão ficar como legado.

Compatilhe

"Nossa história profissional será dividida entre antes e após a pandemia. Ser a tropa de enfrentamento de uma situação catastrófica trouxe grandes responsabilidades e escolhas duras." Sem meias palavras, o enfermeiro Lennon Rodrigues Silva expressa a carga emocional de quem vem lidando com a COVID-19 há 15 meses. Desde o início, ele faz o que pode para minimizar os riscos dentro e fora do trabalho, no Hospital Universitário Júlio Müller, em Cuiabá, o que não o poupou de situações desafiadoras.

"Fiquei seis meses sem encontrar minha mãe, que não mora na cidade e é do grupo de risco", diz Lennon. "Mas perdemos colegas e seus familiares nos nossos serviços. São derrotas que levaremos para sempre na memória."

O enfermeiro conta que o distanciamento entre pacientes e entes queridos também foi um duro golpe no cotidiano da equipe. "É doloroso ver que muitos não podem ter uma despedida digna. Presenciar essas situações mexe com o nosso psicológico."

Adversidades à parte, restou aos profissionais do Júlio Müller adotar medidas práticas para proteger seus integrantes e atender a população. "Todos os processos de trabalho tiveram de ser revisados. A complexidade dos pacientes demandou maior atenção e esforço das equipes, muitas vezes desfalcadas por causa da COVID-19."

Na parte estrutural, o Hospital Universitário Júlio Müller conta sempre com o apoio de instituições regionais, já que é referência de ensino, pesquisa e serviços de saúde em infectologia do estado. Na pandemia, essa ajuda recebeu um reforço extra, da Raia Drogasil, que doou ao hospital recursos para a compra de um ultrassom, um fibronasolaringoscópio, sensores de capnografia e 35 mil máscaras, entre outros suprimentos. A ação é parte da campanha #TodoCuidadoConta, que vem destinando R$ 25 milhões a 50 hospitais do país para o tratamento de pacientes com COVID-19.

"Os itens recebidos elevaram o nível de segurança e a qualidade dos serviços prestados. São tecnologias que nos colocam na excelência do atendimento humanizado, qualificado e assertivo", afirma Lennon. "E ainda é um legado histórico que incentivará o hospital a ampliar seu campo de atuação em prol dos cidadãos mato-grossenses."

"A pandemia deixou claro o quanto nós, profissionais de saúde, precisamos lutar pela eficiência do SUS. Ver que fiz a diferença na vida de tanta gente reafirmou meu papel como servidor público", diz. "Essa doação nos trouxe o sentimento de que, embora a luta fosse nossa, não estávamos sozinhos. Foi como um afago, uma palavra de conforto dizendo 'nós estamos aqui!'."

"Essa doação nos trouxe o sentimento de que, embora a luta fosse nossa, não estávamos sozinhos. Foi como um afago, uma palavra de conforto dizendo 'nós estamos aqui!'."

SAIBA MAIS SOBRE ESSA DOAÇÃO

Hospital Universitário Júlio Müller

Cuiabá MT

Ver Hospital