#TodoCuidadoConta
×
Home Hospitais

EPIs e aparelhos doados a hospital de Macaé protegem profissionais e ajudam a equipar CTI

Compatilhe

A fisioterapeuta Tatiana Buch Rego diz que a pandemia tem sido o maior desafio da sua carreira

A fisioterapeuta Tatiana Buch Rego diz que a pandemia tem sido o maior desafio da sua carreira

EPIs e aparelhos doados a hospital de Macaé protegem profissionais e ajudam a equipar CTI

Compatilhe

Ao norte da Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro, Macaé é movida pelo petróleo da Bacia de Campos. Mas nem a proximidade com a colossal reserva de "ouro negro" conseguiu evitar as dificuldades trazidas pela pandemia de COVID-19. Que o diga o Hospital da Irmandade de São João Batista.

"Constatamos uma insuficiência de leitos de isolamento respiratório, que necessitam de barreiras mecânicas, físicas e químicas para reduzir o risco da doença se propagar no hospital", diz Marco Antonio de Carvalho, médico do CTI do hospital. O intensivista conta que a estrutura precisou passar por reformas e adequações logísticas para atender aos pacientes de forma segura e reduzir a taxa de transmissão dentro do hospital.

"Mesmo assim, tivemos um grande número de afastamentos por doença, enquanto o trabalho foi aumentando pelo atendimento aos pacientes de COVID-19", relata o médico. A fisioterapeuta Tatiana Buch Rego sentiu o impacto. "Tive muita ansiedade, preocupação e medo no início. Com certeza, foi e está sendo o maior desafio da minha carreira".

Com a sensibilização da sociedade para a crise, as doações começaram a chegar. A maior delas, da Raia Drogasil, permitiu ao Hospital da Irmandade de São João Batista comprar monitores, camas elétricas, desfibriladores, aparelhos de eletrocardiograma e milhares de máscaras e luvas descartáveis. O hospital foi um dos 50 beneficiados pela campanha #TodoCuidadoConta, uma ação da RD para apoiar o atendimento aos pacientes de COVID-19 com a distribuição de R$ 25 milhões em equipamentos e suprimentos.

O médico Marco Antonio de Carvalho aponta que havia falta de leitos adequados para COVID-19

"Com a doação, aparelhamos nossos leitos de UTI, modernizamos a monitorização de uma sala cirúrgica, montamos duas estações completas de ressuscitação e suprimos os profissionais de proteção individual", conta o médico Marco Antonio. "Foi uma ajuda fundamental por nos dar maior segurança no atendimento e nos motivar, demonstrando de fato que todo cuidado conta."

A fisioterapeuta Tatiana compartilha dessa visão. "Os equipamentos doados são imprescindíveis ao manejo e tratamento do paciente com COVID-19, e no futuro continuarão sendo ferramentas para o melhor atendimento e diagnóstico", afirma. Tatiana completa: "Já os equipamentos de proteção individual são um gesto de cuidado com o próximo, de cuidar de quem cuida. Nós nos sentimos reconhecidos e valorizados".

"Os equipamentos de proteção individual são um gesto de cuidado com o próximo, de cuidar de quem cuida. Nós nos sentimos reconhecidos e valorizados"

SAIBA MAIS SOBRE ESSA DOAÇÃO

Hospital da Irmandade de São João Batista de Macaé

Macaé RJ

Ver Hospital

Confira outras histórias

Santa Casa de Misericórdia de Resende
Gerador doado ajuda Santa Casa de Resende a reabilitar pacientes de COVID-19

Com a utilização desses equipamentos novos, pudemos oferecer um tratamento de ponta, com todo o suporte necessário.