UTI no Ceará que tratou COVID-19 em pai, mãe e filho recebe doação de respiradores

Compatilhe

Adriano Silva dos Santos, 49 anos, ficou internado na mesma UTI dos seus pais; todos se recuperaram da doença.

Adriano Silva dos Santos, 49 anos, ficou internado na mesma UTI dos seus pais; todos se recuperaram da doença.

UTI no Ceará que tratou COVID-19 em pai, mãe e filho recebe doação de respiradores

Compatilhe

A primeira notícia que Adriano Silva dos Santos, 49 anos, recebeu na UTI de COVID-19 da Santa Casa de Sobral (CE) foi uma bomba. "Sabe quem esteve no leito em que você está agora? A sua mãe! Mas ela está bem, indo pra casa, fique despreocupado."

Secretário municipal de Viçosa, a 120 quilômetros de Sobral, Adriano apresentou os primeiros sintomas de COVID-19 após uma reunião de trabalho, em junho de 2020. "Senti dores no corpo, comecei a tossir e tive febre. Fui afastado por causa das manchas indicadas no raio-X e prossegui com a medicação em casa", diz.

No oitavo dia de isolamento, já com perda de olfato, ele voltou ao hospital de Viçosa, que constatou um comprometimento de 75% dos pulmões. Transferido para Sobral, Adriano soube da internação da mãe – a hospitalização da aposentada, de 69 anos, vinha sendo ocultada do filho para não piorar seu estado de saúde.

Embora tenha sobrevivido sem ventilação invasiva durante os 25 dias na UTI, Adriano recebeu até plasma convalescente para reagir. No final, o que surtiu efeito foi o anti-inflamatório Tocilizumabe, cada vez mais prescrito para formas graves de COVID-19.

Coordenador da UTI de COVID-19 do hospital, o médico José Mauro Rios Neto conta que a falta de conhecimento inicial sobre a doença e o encarecimento de insumos e medicamentos foram dois grandes obstáculos no começo da pandemia. Mas não os únicos. "A COVID-19 exauriu os profissionais, trazendo transtornos psicológicos e psiquiátricos para todos", revela.

Na parte estrutural, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral pôde contar com o importante apoio da Raia Drogasil, que doou 7 ventiladores pulmonares e 8 camas hospitalares à instituição. A iniciativa é parte da campanha #TodoCuidadoConta, uma ação voltada ao combate da COVID-19 com a doação de R$ 25 milhões a 50 hospitais do país.

"Além de garantir o melhor cuidado das vítimas dessa doença tão terrível, esses equipamentos renovam o parque tecnológico do hospital", diz José Mauro. "São itens fundamentais para o tratamento de outras doenças graves, beneficiando a população carente usuária do SUS."

Uma semana antes de sair do hospital, Adriano passou por outro susto. Seu pai foi internado do seu lado na UTI. Mas a vitalidade do agricultor de 83 anos prevaleceu e, no dia 4 de agosto, ambos receberam alta.

"Na UTI, uma pessoa com quem você conversou durante o dia pode passar mal à noite e nem mesmo o médico consegue salvá-la", relata Adriano. "Os hospitais necessitam muito de empresas com a atitude e a visão da Raia Drogasil, com essa preocupação com a vida humana."

"São itens fundamentais para o tratamento de outras doenças graves, beneficiando a população carente usuária do SUS."

SAIBA MAIS SOBRE ESSA DOAÇÃO

Santa Casa de Misericórdia de Sobral

Sobral CE

Ver Hospital